05 outubro 2009

Cruel

Estava conversando com um amigo sobre personalidades diferentes, mulheres com um humor meio louco,aquela MALVADONA que você adora mais não admite,pensei na doida da Carlotinha (Carlota Joaquina Teresa Caetana de Bourbon e Bourbon) e seu pervertido humor sexual, mas recebi um texto interessante sobre uma personalidade impossível de existir, mas existiu, seu nome é Lucrecia Borgia e teve uma vida cheia de episódios de intriga, assassinatos, luxúria, devassidão e incesto.Uma personalidade manipuladora que ficou conhecida como envenenar homens com doses de veneno que carregava em seu anel,nada comprovado,mas eu realmente não me arriscaria em receber um copo de vinho de tal pessoa rs.
Aos 13 anos ela era uma mulher fatal que chamava atenção de qualquer homem,casou-se muito jovem,e acabou sendo ignorada pelo marido,permanecendo virgem por um longo tempo.Será?Bom ...Lucrécia era filho do Papa Alexandre VI,e Joana Cattanei, babados históricos retratam que a nossa querida ninfeta adorava praticar orgias nos aposentos do pai e dos irmão no Vaticano,sim já rolou sexo dentro do Vaticano.Seus irmãos planejaram matar seu primeiro marido,por ciúmes é claro,ou algo ligado a posses e poder aquisitivo,no período em que seu pai tentou acabar com seu casamento devido a falta de consumação e impotência do esposo,ela acabou indo para um convento,imagino as coisas que deve ter praticado com as freiras,noivas do Senhor...Lucrecia fica grávida.Quem será o pai?

Nesse meio tempo um irmão matou outro por inveja e ciúmes de Lucrecia ,criados que comiam Lucrecia acabaram morrendo também,o seu segundo marido também foi morto pelo irmão ciumento de Lucrecia ,César Borgia que era o protetor fiel de Lucrecia,a dama se casa mais uma vez,já são 3 casamentos e ,muitas mortes,e uma constante corrupção sexual.Deitava-se com poetas que cantavam sua beleza.Até seu pai durante uma viagem a Nápoles a deixou no cargo de Papisa,em seu lugar de Papa,escandalizando todos na época,sua vida inspirou as lendas em uma época que se discutia muito a arte e os padrões sociais.

Seria interessante assistir o filme “Os borgias”muito legal,Lucrecia não foi uma Santa,mas sim uma mulher diferente, foi muito mais fama,por deixar os homens loucos e decididos a fazer loucuras pelo seu amor.Uma mulher que consegue convencer a igreja de que é virgem,carregando um filho de seis meses na barriga,e se livra de um marido desinteressado,é digna do meu respeito...Hã vou sempre postar matérias sobre mulheres interessantes da história,homens também,espero que gostem e tudo mais,beijos e comentem...

3 marteladas:

willa Albuquerque disse...

lindo seu blog!
obrigada por me acompanhar.
tenho um selo para ti,
no meu blog!
beijos.
;*

Sergio disse...

"Sim já rolou sexo dentro do Vaticano". E agora? O rolo é mais um tipo de putaria enrustida?

Menina... Minha sapinha do meu coração, eu nunca fui adotado e abandonado tão rapidamente assim em all my life.

Mogoei.

Mas continuo te achando uma tchuki tchuki, viste?

rs: sabe qual era a palavra q a "verificação de palavras" formava?
FREAK. Serei eu ou sará vc? Poizé, é nós!

bjo!

Mikaele Tavares disse...

Tem selo para ti..